ÚLTIMAS RESENHAS

Latest in Tech

08 outubro 2011

A Revolução dos Bichos (George Orwell )

Insatisfeitos com a condição de vida que levam na fazenda, os bicho resolvem fazer uma revolução e transformar a "Granja do Solar" em "Granja dos Bichos". E sob o lema "Quatro pernas bom, duas pernas ruim" eles fazem uma rebelião e expulsam o fazendeiro (Jones), tomando a granja para si.

A partir desse momento é decidido que tudo o colherem , tudo pelo que trabalharem será exclusivamente deles, dividido em partes iguais. Os bichos aprendem a ler, alguns mais, outros menos. E começam a criar um sistema de organização tendo os porcos Bola de Neve e Napoleão, como os coordenadores, pois são os bichos mais inteligentes e pensam melhor. Então eles criam suas leis de trabalho, aposentadoria, etc.

Todos o bichos ficam radiantes e orgulhosos. Não haverá mais maus tratos, chicotadas e o fruto de seu trabalho será deles não mais dos "humanos folgados".

Conforme o tempo passa a granja vai evoluindo e alguns animais mais que os outros. Os porcos começam a sempre ficar com a fatia maior do bolo, Napoleão principalmente. Após um desentendimento com Bola de Neve, Napoleão e seus cães de guarda expulsam Bola de Neve e tomam a granja, formando um regime injusto e  totalitário. Um sistema que favorece os porcos e menospreza os outros bichos.


Com abuso de poder, os porcos ficam com tudo o que é bom, passam a trabalhar menos e terem suas raçoes diárias dobradas. Qualquer ameaça de rebelião ou até mesmo um simples questionamento sobre a injusta diferença entre os bicho é repreendido por Napoleão e seus cães ferozes. 


Os bichos começam a trabalhar mais do que na época de Jones e terem menos ração, a hora de lazer lhes é tirada e a idade para aposentadoria prolongada. Mas com a ajuda de Garganta, um porco com ótima lábia sempre são convencidos que as condições atuais da Granja ainda são
 melhores que na época de Jones.

Os antigos vão morrendo e aos mais jovens é passada a ideia de que tudo ainda é melhor do na época de Jones. Embora a situação vá ficando cada vez mais desigual.



Os porcos começam a apreender hábitos humanos, até que um dia não se é mais possível reconhecer quem é o porco e quem é o humano.

Esse livro é uma incrível metáfora para o que aconteceu na guerra fria e uma excelente história para que tomemos consciência dos nosso atos como cidadãos e valorizarmos nosso direito ao voto.


É um livro super indicado a todos, pois tem uma história simples e super fácil de assimilar. Essa era a real intenção de George Orwell.
Nos faz refletir sobre o sistema político, quantas vezes somos manipulados?

Eu adorei a Revolução dos Bichos, George Orwell era um homem que vivia muito a frente do seu tempo, pois embora esse livro seja uma metafora é impossível não comparar com a relaidade atual, onde os mais forte sobrepujam os mais fracos, os ricos desprezam os pobres e exploram o proletaridado.
Acho que esse livro vale como um conselho a todos e deveria estar na lista de todos mundo. É um Must Reading!



"Todo aquele ano, os bichos trabalharam feito escravos. Mas trabalhavam felizes; não mediam esforço ou sacrifício, cientes de que tudo quanto fizessem reverteria em beneficio deles próprios e dos de sua espécie."


"Haviam nascido muitos animais; para alguns a Rebelião não passava de uma obscura tradição transmitida oralmente, e outros nem sequer tinham ouvido falar a respeito."



Editora: Companhia das Letras
Páginas: 147

14 comentários :

  1. Oie...tinha lido algo sobre este livro faz tempo mas não imaginei que fosse bom assim, adorei tua resenha, me ajudou a conhecer mais sobre este livro. Bjusss

    ResponderExcluir
  2. Oie Aline, desculpa a demora no retorno da parceria...acabei de colocar o banner do teu blog na pg de parceiros do meu: http://trilhas-culturais.blogspot.com/p/blogs-parceiros.html bjinhos

    ResponderExcluir
  3. Ei Aline!
    Gostei!
    O livro já entrou na minha lista. Livros que nos fazem refletir são sempre bem-vindos.
    Bjins

    ResponderExcluir
  4. Pode ter certeza que vc vai gostar lu!

    ResponderExcluir
  5. Sem problemas! obrigada pela parceria!
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Muito bom! Vale muito a pena ler sim! ;D

    ResponderExcluir
  7. É... gostei da sua resenha....
    Infelizmente a capa não nos diz muita coisa, aí acabamos por julgá-lo daí....
    Foi bom conhecer mais sobre ele! Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi, Aline!
    Esse livro é muito bom mesmo. Não esperava que um clássico come esse tivesse uma linguagem tão simples!
    A cena final é bem impressionante, uma metáfora perfeita da nossa atual sociedade.

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha e nossa, não imaginava que este livro era assim!
    O autor realmente é bem prestigiado, mas só acho que eles deveriam melhorar essa capa, lançar uma nova. Eu mesma não compraria pela capa, as cores não são muito chamativas e este porquinho tá meio apagado...rsrs
    Beijos
    Bia | Blog Livros e Atitudes

    ResponderExcluir
  10. Oi Aline!
    Adorei a resenha!
    Faz um tempão que estou para ler esse livro.
    Preciso dar jeito nisso, pois pelo o que você falou é uma ótima leitura! :)
    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. É ótimo Angélica, um livro para nos fazer pensar, com certeza!
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Nossa com certeza o final é bem impressionante!
    Bjs Jo!

    ResponderExcluir
  13. Obrigada Bia! Realmente a capa é bem feia, mas vale a pena ler!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Que bom que gostou! Bjs

    ResponderExcluir