Header Ads

Header Ads

A Filha da Minha Mãe E Eu (Maria Fernanda Guerreiro)


Editora: Novo Conceito
Autor: Maria Fernanda Guerreiro
Páginas: 272
Nota do Sempre Nerd: 4/5
Compre: Submarino

Sensível e tão real a ponto de fazer você se sentir parte da família, A filha da minha mãe e eu conta a história do difícil relacionamento entre Helena e sua filha, Mariana. A história começa quando Mariana descobre que está grávida e se dá conta de que, antes de se tornar mãe, é preciso rever seu papel como filha, tentar compreender o de Helena e, principalmente, perdoar a ambas. Inicia-se, então, uma revisão do passado – processo doloroso, mas imensamente revelador, pautado por situações comoventes, personagens complexos e pequenas verdades que contêm a história de cada um. 



Quando peguei esse livro imaginei que ele iria falar sobre o relacionamento entre mãe e filha após a gravidez da filha e como ela passa a ver a mãe com outros olhos, a valorizá-la mais e começa a entender e perceber exatamente os sentimentos da mãe, afinal também está conhecendo esse maravilhoso momento que é a maternidade.

Escolhi esse livro porque estou passando exatamente pela mesma coisa com a chegada do Arthur. Então imaginei que iria encontrar no livro momentos parecidos com o que estou vivendo e até me identifiquei com algumas situações e alguns sentimentos da personagem, mas o livro não foca apenas nisso, ele é muito melhor, porque vai tratar dos relacionamento em família como um todo e não apenas no de "mãe e filha".

A autora trata de temas diversos como drogas, aborto, divórcio, homossexualismo e principalmente família. O relacionamento de pais e filhos que apesar de ser algo complexo é também algo único e mágico.


A narrativa é feita em 1° pessoa, então vamos acompanhando tudo através dos olhos e das memórias de Mariana, onde ela vai relatando fatos de sua infância, adolescência e seus problemas familiares, enfim suas experiências.

Achei o livro maravilhoso, excelente para os adolescentes. Com uma escrita leve e bem desenvolvida a autora conquista os jovens leitores.
Eu indico o livros a todos, independente da idade, mas acho que os adolescentes vão se identificar com muitas situações vividas pela Mariana.
Adorei o livro e tenho certeza que teria adorado ainda mais se pudesse te-lo lido com meus 15 anos.
Um livro agradável para ser guardado com carinho.

"Quando vi as duas listras azuis no teste de gravidez, tive uma certeza: preciso me sentir filha antes de me tornar mãe. Porque uma parte da minha alegria era inventada e, a outra, não era minha."

"Choramos os dois. Ele de alegria. Eu, de alguma outra coisa que não conseguia explicar."

7 comentários:

  1. Eu gostei bastante da capa, e deste tema desenvolvido, que tem tudo haver com agente, afinal quem nunca brigou com os pais? rsrs


    Ainda não pude ler o livro infelizmente. Mas creio que em breve poderei.


    David - Leitor Compulsivo

    ResponderExcluir
  2. Quero tanto ler este livro. Ele realmente parece ser muito, muito fofo.
    Adorei a resenha e espero gostar do livro tanto quanto você!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Família é tudo na vida, mas ao mesmo tempo é complicado por cada pessoa ter sua personalidade e opinião própria, e ter que lidar com cada pessoa de um jeito.

    ResponderExcluir
  4. As vezes leio/compro um livro pela capa e esse não sei se compraria, achei que fosse um tema voltado para "adultos", mas já que foi recomendado pra adolescentes na idade 15 anos, além de ter ficado curiosa , já ta passando da hora de eu ler! :D

    ResponderExcluir
  5. Segredos em Livros5 de novembro de 2012 13:31

    Oi que bom que você achou o livro maravilhoso, fiquei com tanta vontade de lê-lo agora. Adorei a sua resenha. Acho que o tema deste livro é muito importante e deve nos passar uma bela mensagem e várias reflexões. Bjs, Fê

    http://segredosemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Luciana de Queiróz5 de novembro de 2012 13:52

    Relacionamentos são difíceis e não é diferente entre mãe e filha/o. Quero muito ler mesmo porque relata o que acontece no dia-a-dia!

    ResponderExcluir
  7. Esse livro tem recebido boas críticas dos blogueiros, e como eu tenho uma queda por histórias dramáticas dá pra concluir que eu estou muito curioso para lê-lo.
    Abraços.
    http://viciadoemlivrosefilmes.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Disqus for Sempre Nerd