ÚLTIMAS RESENHAS

Latest in Tech

18 junho 2013

Cine Nerd: Smiley

Título Original:Smiley
Direção: Michael J. Gallagher
Ano: 2012
Gênero: Terror
País: EUA
Duração: 90 minutos
Nota: 2,0

Sinopse: Depois de descobrir sobre uma lenda urbana de um assassino psicótico, que era convocado através da internet, Smiley, Ashley tem que descobrir se está perdendo a sanidade ou se irá se tornar a nova vítima do infame assassino.

O inicio do filme pode até enganar o telespectador, pois traz um proposta interessante e rende alguns sustos, mas não se deixe levar, pois o filme vai de mal a pior.

A história gira em torno de Ashley, uma estudante que se muda para um novo lar para superar a morte da mãe. 
Durante uma festa, na qual faz alguns amigos ela descobre a lenda urbana de Smiley, um assassino que aparece quando alguém digita três vezes uma frase no chat online e então mata a pessoa. Acontece que Ashley e sua amiga Proxy decidem testar essa lenda e acabam presenciando um assassinato. Então Ashley começa a ser perseguida e passa acreditar que Smiley também mata quem o chama. Considerada louca, tanto pelos colegas quanto pela policia, Ashley terá que descobrir se está realmente perdendo a sanidade ou enfrentando algo sobrenatural.

A principio acreditei que veria algo bacana, uma lenda urbana, um assassino sobrenatural e alguns sustos, mas no decorrer da história o filme fica tão entediante, que eu só não desisti porque queria ver a conclusão.


A verdade é que Smiley tentou ser diferente, mas pecou por ter poucas mortes, diálogos filosóficos sem sentindo e cansativos, e cenas de perseguição, que além de poucas, são extremamente clichês e sem graça. Sem falar que os personagens são muito esquisitos, parecem retardados.
A única coisa que ficou legal foi o visual do assassino, bem criativo.

O filme entrou para os piores do ano, não perca seu tempo, simplesmente cansativo e entediante e que ademais, traz um final bem previsível para quem conseguiu prestar atenção no desenvolvimento. Infelizmente mais um filme que poderia ter sido bom, mas se tornou uma bomba. 

Postar um comentário