Header Ads

Header Ads

O Amor Mora ao Lado (Debbie Macomber)

Olha eu aqui de novo com mais uma resenha, sendo que essa é de uma leitura digital, \0/


"O Amor Mora ao Lado" começa com Lacey se lamuriando por não ter pedido o aumento desejado, e merecido, ao seu chefe o Sr Sullivan. Lacey mora em um apartamento pequeno com a sua gata Cléo, depois de um casamento fracassado e um divórcio difícil com Peter.

Para piorar a vida de Lacey, o seu vizinho Jack vive brigando aos berros com Sarah, a suposta namorada, já que Lacey o imaginava como um mulherengo inveterado. O intuito de Lacey com a sua gata era cruzá-la com outro gato da mesma raça e ao perceber que sua gatinha estava no cio, ligou para a pessoa que ela ia tentar fazer o cruzamento com o seu animal, só que os vizinhos, Jack e Sarah, estavam em mais uma de suas brigas explosivas e a pessoa do outro lado da linha desligou, por não poder escutar Lacey direito.

Isso foi o ápice para Lacey que decidiu ir reclamar com os vizinhos brigões e saiu furiosa para o apartamento ao lado. Como os vizinhos não esperavam por essa interrupção, Sarah saiu às lágrimas, deixando Lacey sozinha com Jack. O mesmo desculpou-se e quando Lacey voltou para o seu apartamento percebeu que tinha deixado a porta aberta e no meio da sua sala estavam Cléo, sua gata de raça, e o gato de rua do seu vizinho no maior love.

A partir desse amor "bandido" dos gatinhos a trama desenrola-se. Li alguns comentários por aí, que algumas pessoas esperavam mais da trama. Bem logo no início a Debbie Macomber salienta que essa trama é antiga e que ela julgava como perdida.

Já li os quatro primeiros livros da série "Crônicas de Cedar Cove" e sei que a escrita da Debbie é boa, mas ao ler esse livro, percebi a diferença em sua escrita. Afinal é o que acontece aos escritores, não é mesmo? Amadurecem as suas escritas ao longo dos anos.

A Debbie sabe construir os seus personagens e apesar de poucos, todos são bem caracterizados nessa trama. A diagramação é um ponto a elogiar, muito fofa!


"O Amor Mora ao Lado" não se resume a uma traminha clichê e pronto, como muitos comentários que vi por aí. A autora discorre sobre ódio, perdão, traição, dores sufocadas na mente e na alma, confiança e não deixar-se vencer diante dos obstáculos. Está tudo lá, em apenas 160 páginas, pena que muitos não perceberam isso.

P.S.: Essa resenha também foi postada no Cantinho da Gladys.

Fiquem com Deus e até a próxima.

Gladys Sena.



Plágio é crime!

3 comentários:

  1. Oi Gladys!
    Então eu achei esse livro bem fraquinho, a autora é mto melhor que isso.
    Me pareceu um livro de banca, com personagens superficiais e história bem rasa.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Gladys, sem dúvida a Debbie tinha potencial pra prolongar a história, mas optou por não fazer isso. Eu não tinha expectativas altas com a história e por isso não houveram decepções. Só achei estranho o fato de a sinopse levar o leitor a acreditar que era um livro que exploraria mais sobre os gatos e não ser exatamente isso.

    Beijo
    Fernanda - Leitora Incomum

    ResponderExcluir
  3. A própria autora comenta que essa trama é antiga, a escrita dela melhorou bastante ao longo dos anos.


    Bjo!

    ResponderExcluir

Disqus for Sempre Nerd