ÚLTIMAS RESENHAS

Latest in Tech

27 abril 2014

À Sombra da Lua (Marcos DeBrito)

Editora: Rocco
Autor: Marcos DeBrito
Páginas: 288
Nota do Sempre Nerd: 5/5 - FAVORITADO!

Durante o dia, Vila Socorro é apenas uma pacata cidade do interior de São Paulo, reduto da imigração italiana no Brasil. Mas, quando o sol se põe, uma criatura desconhecida aterroriza os moradores, que cobram uma solução das autoridades locais, afinal, há décadas o vilarejo sofre com mortes misteriosas, cometidas por um assassino que não deixa rastros e desafia a lógica humana. Estreia do cineasta Marcos de Britto na literatura, À sombra da lua já nasce um forte candidato a clássico do terror nacional ao explorar o mito universal do lobisomem contrapondo, numa narrativa madura e vigorosa, racionalidade e mistério.

Eu sempre adorei histórias de lobisomem, mas raramente encontro um livro que atenda as minhas expectativas em relação ao horror e histórias bem elaboradas. Quando soube do lançamento de À Sombra da Lua,a primeira coisa que pensei foi "ual que capa macabra, se a história for tão boa quanto ela vai valer a pena", então fui logo atrás de resenhas e me deparei com muitos elogios, entrei em contato com o autor, que foi muito educado e gentil e me enviou o livro. Quando o livro chegou, ele logo pulou a fila e me preparei para um boa história de terror, porém eu estava enganada o livro não é apenas bom , o livro é excepcional! Sem exageros, eu cai de amores pela história, pela narrativa, mas principalmente pelo fato do autor não tentar romantiza a trama, mas deixá- la assustadora, ao melhor estilo Stephen King, sinistro e cruel. Esse é o livro perfeito para os fãs de terror, preparem para um história de gelar os ossos.

Tudo começa com a chegada de imigrantes italianos, em uma época em que o Brasil era uma promessa de recomeço, junto com eles chega também uma maldição.

O leitor vai acompanhar de forma alternada a chegada da família Cesari ao Brasil e os acontecimentos que estão deixando os moradores da Villa Socorro apavorados.

Vila Socorro é um pequeno vilarejo no interior de São Paulo, quem vem sendo assombrado há décadas por assassinatos macabros e violentos, ninguém sabe que é o responsável, alguns acreditam que um ser demoníaco que ronda as florestas da redondeza, outros menos crentes acho que é um maniaco ou um animal selvagem, a única coisa que a população chega em comum acordo que as mortes só acontecem durante a lua cheia e que ninguém sobrevive ao ataque.

Temos um pequeno romance entre Álvaro e Alana. Álvaro um rapaz, solitário e o único sobrevivente de uma tragédia que marcou Vila Socorro. Alana é a filha do médico da cidade. ela sabe que o pai jamais aprovaria seu envolvimento com Álvaro, devido as diferenças sociais e também ao fato de Vicente, um grande amigo da família, já tê-la como prometida.

Após um acontecimento que abala Vila Socorro, eles contratam um investigador que promete dar fim aos assassinatos, mas o que parece ser o começo da tranquilidade do vilarejo se torna o ápice de terríveis acontecimentos.

Uma das coisas que gostei muito foi a contextualização da história, que é feita de forma muito coerente e bem desenvolvida, é possível sentir-se naquela época realmente. Seus personagens também são bem elaborados, trazendo conflitos psicológicos, medos e dúvidas. A trama também é bem conduzida, corre forma rápida e instigante, não tem momentos de enrolação, o autor sabe guiar o leitor por um labirinto assustador e bem trabalhado.

Com um final simplesmente genial, o Marcos DeBrito ganhou um cantinho especial na minha estante. Ele tem o raro dom der ser um contador de histórias nato, pois sabe criar um universo, dar vida a ele e inserir o leitor sem perder o foco.  Ele também não poupa detalhes, as mortes e ataques são bem descritivos e cada lua cheia deixa o leitor com um sensação de puro pavor. Eu me sentia tensa o tempo todo.

Tenho muito orgulho de ser um livro nacional. É raro encontrar livros de lobisomem que realmente foquem no terror ao estilo Bala de Prata e Um Lobisomem Americano em Londres, principalmente ambientados no Brasil, então esse livro é um achado. O autor criou uma obra única e o fez com maestria.

8 comentários :

  1. Costumo fugir de esórias com seres sobrenaturais pela "humanização" que esta havendo neles por parte dos autores. Seres sobrenaturais foram feitos pra serem temidos e não amados!
    Então é lógico que eu fiquei mega curiosa com a sua resenha e com o livro, pois é raro vermos um livro que seja fiel a essas lendas. E ainda mais sendo comparado ao mestre Stephen King.
    Vou procurar mais sobre o livro, sem dúvida.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Aline
    Adorei a sua resenha. Também tenho dificuldades para encontrar bons livros sobre lobisomens. A capa desse livro é bem legal, assustadora mesmo. É tão bom ver que temos excelentes escritores nacionais . Com certeza, esse é um livro que eu quero ler.

    ResponderExcluir
  3. Por ter esse aspecto de terror, não me interessei pelo livro. Mas geralmente gosto de livros sobre lobisomens, mas do tipo young adult.
    A capa realmente parece combinar com a história.

    ResponderExcluir
  4. Taís Inácio da Silva30 de abril de 2014 13:25

    Geralmente os livros sobre lobisomem são muito fantasiosos e deixam um pouco a desejar, mas parece que o autor do livro soube transformar uma lenda quase em realidade, parece ser mesmo assustador. Também gosto dos young adult com esse tema mas as vezes fica meio repetitivo.

    ResponderExcluir
  5. Capa muito macabra mesmo, bem um estilo que eu gosto, Por ser nacional aumenta mais a vontade de ler e prestigiar nossos autores.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  6. Alessandra Monteiro30 de abril de 2014 20:59

    Eu vi o video que você fez falando sobre esse livro, como falei antes, adoro histórias de lobisomem também e esse livro com certeza deve ser muito bom, adoro livros de terror.

    ResponderExcluir
  7. OOOOOOOI novamente, Aline, haha! Acabo de ler sua resenha e estou tremendamente apaixonadaaaaaaa por este livro! Espero de todo o coração wue o autor ganhe esse prêmio, ele mereceeee! Pois também conquistara um espaço especial em minha estante. Está na minha lista de desejos, hahaha! E caraca, agora senti muito orgulho também de ser um livro nacional! Que demaaaaais! Meu preconceito com nacionais acaba aqui, aushuahuahs! ♥

    Um enoooooorme e grande beijo,

    Juu-Chan || Nescau com Nutella

    ResponderExcluir
  8. Estilo de escrita pomposo, piegas, pedante, cansativo e didático. Personagens rasos, pobre em descrição de cenários. O autor é redundante a ponto de se tornar irritante. Há uma frase onde ele diz " Ele seguiu o mesmo caminho que Flavia, mas como ela veio a cavalo e ele foi a pé, levou mais tempo." É claro que levou mais tempo, afinal ele é lobisomem, não é o Flash. E as palavras difíceis que ele usava para impressionar? Verborragia! Quem usa esse tipo de palavra num diálogo coloquial? Afinal a cena se passava no século xx e não em 1500. A história em si até que tinha potencial, mas era muito previsível, eu sabia quase tudo o que ia acontecer, o que tornou a leitura irrelevante. Uma perda de tempo. Notei que no skoob as opiniões são todas entusiasmadas, mas há casos de de blogueiros que fizeram parceria com o autor, o que torna essas opiniões questionáveis. O que eu recomendo é que antes de comprar o livro, leiam um trecho. Acredito que um capítulo será o suficiente para sentirem a fraqueza de estilo do autor, que ao invés de utilizar uma escrita vigorosa, que seria ideal nesse gênero literário, optou por uma narrativa cheia de floreios.

    ResponderExcluir