ÚLTIMAS RESENHAS

Latest in Tech

02 setembro 2014

O Doador de Memórias (Lois Lowry)


Série: Quarteto O Doador #1
Editora: Arqueiro
Autor: Lois Lowry
Páginas: 192
Nota do Sempre Nerd: 4/

Ganhadora de vários prêmios, Lois Lowry contrói um mundo aparentemente ideal onde não existe dor, desigualdade, guerra nem qualquer tipo de conflito. Por outro lado, também não existe amor, desejo ou alegria genuína.Os habitantes da pequena comunidade, satisfeitos com suas vidas ordenadas, pacatas e estáveis, conhecem apenas o agora - o passado e todas as lembranças do antigo mundo foram apagados de suas mentes.Uma única pessoa é encarregada de ser o guardião dessas memórias, com o objetivo de proteger o povo do sofrimento e, ao mesmo tempo, ter a sabedoria necessária para orientar os dirigentes da sociedade em momentos difíceis.Aos 12 anos, idade em que toda criança é designada à profissão que irá seguir, Jonas recebe a honra de se tornar o próximo guardião. Ele é avisado de que precisará passar por um treinamento difícil, que exigirá coragem, disciplina e muita força, mas não faz idéia de que seu mundo nunca mais será o mesmo.Orientado pelo velho Doador, Jonas descobre pouco a pouco o universo extraordinário que lhe fora roubado. Como uma névoa que vai se dissipando, a terrível realidade por trás daquela utopia começa a se revelar.Premiado com a Medalha John Newbery por sua significativa contribuição à literatura juvenil, este livro tem a rara virtude de contar uma história cheia de suspense, envolver os leitores no drama de seu personagem central e provocar profundas reflexões em pessoas de todas as idades.
Jonas vive em uma sociedade onde tudo é perfeito, não exite fome, guerra ou desigualdade, porém também não existe amor, alegria nem desejo. Tudo é pré-determinado e não existe escolha, a comunidade vive de forma pacifica e ninguém se queixa, afinal eles não conhecem outra forma de viver.

Quando as crianças completam doze anos elas passam por uma cerimônia muito importante, onde será definida a função de cada uma. Os anciãos fazem essa escolha com base em suas observações em cada membro da comunidade. Jonas é escolhido para ser o Recebedor de Memórias, um cargo de altíssimo respeito e de extrema  responsabilidade.

Quando Jonas começa seu treinamento, ele percebe que a comunidade não é tão perfeita assim e que existe um preço muito alto para viver dessa forma utópica, sem conhecer os medos e preocupações. Jonas começa as questionar seus próprios valores a medida que toma conhecimento do mundo que lhe foi roubado. 

Esse livro é sensacional e a primeira coisa que devo dizer é que para quem gosta de distopia essa é uma ótima indicação, mas é preciso lembrar que é um livro juvenil, então tudo é tratado de forma mais leve, mas nem por isso de forma superficial, muito pelo contrário, é uma história que faz o leitor se revoltar em alguns pontos com essa "perfeita sociedade". 

Então nessa história vamos encontrar uma sociedade aparentemente incrível, onde o ser humano não precisa se preocupar com nada, pois tudo é perfeito. Mas por traz dessa utopia existe um governo totalitário que tira do ser humano o seu maior poder: o direito de escolha.
Afinal nessa maravilhosa comunidade existem regras que devem ser rigidamente respeitadas, é poribido questionar. Sentimentos como amor, desejo, paixão e empatia também são controlados com uma pilula.

Jonas é um garoto inocente que de repente descobre que toda a sua vida foi moldada em uma grande mentira e a vontade de querer mudar o mundo é o que torna esse garoto tão especial e tão querido. Eu achei o Jonas muito corajoso e admirei sua atitude, que foi madura para sua idade, um protagonista sensível e respeitável.

A narrativa da autora é surpreendentemente cativante e deliciosa e por ter um enredo  tão instigante faz com que esse seja um livro de leitura rápida. Espero que no próximo volume a autora nos conte um pouco mais sobre como a sociedade se tornou o que é e também espero conhecer um pouco melhor o Doador de Memórias, o treinador de Jonas.

Achei a leitura maravilhosa, daquelas que nos faz refletir sobre muita coisa. Confesso que meu coração bateu apartado nas páginas finais, afinal Jonas tem apenas doze anos a luta que está por vir será implacável. Preciso da continuação urgente.

10 comentários :

  1. Aline querida! Preciso ler o livro! Além do filme estar saindo eu amo distopias então já viu né? Não sabia que ele era tão fininho, deve acabar em um pulo! Mais um ponto para eu ir atras deste livro pra ontem!


    Amei sua resenha!
    Beijos Joice Cardoso
    www.estantediagonal.com.br

    ResponderExcluir
  2. Nunca li uma distopia. Acredita?
    Leio tantos elogios sobre esse tipo de leitura ,que tenho que ler urgentemente!
    Lendo sua resenha sobre esse livro, fiquei muito curiosa!


    É uma aventura e tanto para um garoto tão jovem.

    ResponderExcluir
  3. Fiquei com super curiosidade para ler o livro :D

    Adorei o seu blog e já estou a seguir :D

    Também curti a sua página de facebook (Daniela DS).

    beijinhos,

    Daniela

    http://ddocesonhadora.blogspot.pt/

    https://www.facebook.com/ddocesonhadora

    ResponderExcluir
  4. Olá Aline!
    Eu já tinha visto esse livro, nas redes sociais e achei a capa bem bacana. Lendo a sua resenha me identifiquei com a história e com certeza vou querer ler. Apesar de não ser muito fã de distopia, essa me interessou.
    Amei a sua resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá =)

    Eu preciso ler este livro, porque amo o gênero.

    Apesar de ser mais antiguinho, nunca imaginei que era uma distopia, e só agora com o lançamento do livro e o mktg. envolvendo o livro que percebi. Pretendo ler logo =)

    Beijos,

    Livy

    No Mundo dos Livros

    ResponderExcluir
  6. Aline,

    Acabei de ver uma matéria na Veja que fala que este foi o livro mais vendido pela Arqueiro na bienal! UAU! Eu sou louca por distopias e muito embora os protagonistas tenham 12 anos, adorei saber que é um livro que nos remete à reflexão! me ganhou!

    Providenciando em 3,2,1!

    Beijos

    Chrys Audi

    Blog Todas
    as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir
  7. Oi Aline, tudo bem???
    Adorei sua resenha!!!!!! Quando vi o lançamento desse livro, eu o coloquei direto a minha lista, estou super mega empolgada para ler. A sua é a primeira resenha que leio, e vi que escolhi direitinho, risos...
    Nossa, achei que o livro levanta uma questão difícil: está dizendo que o mundo é perfeito, não tem doença, não tem fome, não tem guerra, mas o preço é não ter escolha??? Ufa!!!!! Super mega intenso!!!!!!
    Eu quero, eu quero, eu quero!!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/.

    ResponderExcluir
  8. Oi Aline.
    Nossa, eu não sabia que se tratava de uma distopia, eu como fã do gênero, não quero deixar passar nenhuma dica, e essa é claro que vou ler.
    É claro que já percebi similaridades com outras distopias, mas também já encontrei o diferencial, e é nele que me apego: que mundo é esse onde tudo é perfeito e não existe amor?
    Ótima resenha.

    Beijos.
    http://www.leiturasdapaty.com.br/2014/09/resenha-estudo-independente.html

    ResponderExcluir
  9. Oieeee, eu não sabia que esse livro era distopia, eu solicitei ele para resenhar no blog somente por causa da capa, ADOREI essa capa, mas eu não sabia do que se tratava o livro, ainda nem lembrava da sinopse kkkk, mas enfim, ele chegou e eu fiquei morrendo de vontade de passar ele na frente da fila (que está ENORME) KKKKK. Vi o trailer do filme no Telecine e fiquei de boca aberta, não sabia que a história era desse tipo, mas enfim, quero muito ler e assistir ao filme rs, Abraços

    ResponderExcluir
  10. curti esse livro heim... vou terminar de ler os três e acho q vou seguir direto pra esse!!

    ResponderExcluir