ÚLTIMAS RESENHAS

Latest in Tech

25 março 2015

Meu Amor, Meu Bem , Meu Querido (Deb Caletti)

Série: -
Editora: Novo Conceito
Autor: Deb Caletti
Páginas: 240
Meu Amor, Meu Bem, Meu Querido - É verão no nordeste da cidade de Nine Mile Falls e Ruby McQueen, de 16 anos, comumente conhecida como A Garota Calada, está saindo com o maravilhoso, rico e louco por emoções Travis Becker. No entanto, Ruby está num beco sem saída e percebe que se arrisca cada vez mais quando está com Travis.Em um esforço para manter Ruby ocupada, sua mãe, Ann, a arrasta para o clube de leitura semanal que ela comanda. Quando descobrem que uma das criadoras do clube é a protagonista de uma trágica história de amor que estão lendo, Ann e Ruby planejam um encontro dos amantes de longa data. Contudo, para Ruby essa missão acaba sendo muito mais do que apenas uma viagem...
Olá amiguinhos!

Tudo na santa paz? Espero que sim!

Vamos conhecer uma leitura que fiz em novembro de 2014: "Meu Amor, Meu Bem, Meu Querido"de Deb Caletti.

Sinopse: É verão no nordeste da cidade de Nine Mile Falls e Ruby McQueen, de 16 anos, comumente conhecida como A Garota Calada, está saindo com o maravilhoso, rico e louco por emoções Travis Becker. No entanto, Ruby está num beco sem saída e percebe que se arrisca cada vez mais quando está com Travis. Em um esforço para manter Ruby ocupada, sua mãe, Ann, a arrasta para o clube de leitura semanal que ela comanda. Quando descobrem que uma das criadoras do clube é a protagonista de uma trágica história de amor que estão lendo, Ann e Ruby planejam um encontro dos amantes de longa data. Contudo, para Ruby essa missão acaba sendo muito mais do que apenas uma viagem...

Esse livro pulou à frente de uma montanha, na minha 'listinha' de leituras, rsrs. Não tinha pretensão de lê-lo tão cedo, mas uma skoober me fez uma proposta irrecusável, pedi um tempo para lê-lo e após a leitura, cá estou eu com "Austenlândia", hehe.

Bem, deixemos meu 'ex desejado' de lado e vamos para meu 'ex livro', ;)

Li sem nenhum expectativa, já que na época do lançamento, choveram resenhas negativas ou desanimadoras dessa trama. Mas digo a vocês que me surpreendi positivamente!!

Como lê-se na sinopse, a protagonista, Ruby, envolve-se com o bad boy Travis. Ruby é uma personagem complexa, pois ela sabe o tempo todo que está errada, que se envolveu com o cara errado, mas permanece nesse círculo vicioso de problemas.

"- Ruby, é isto, sobre esse garoto: às vezes a gente está tão convencida de que alguém está nos jogando um colete salva vidas que não percebe que o que essa pessoa está fazendo é nos afogando." pg. 84

Por este comportamento, muitos leitores detonaram a Ruby. Mas eu sempre procuro ver além do que está explícito no enredo, busco as entrelinhas. Taí por ter me surpreendido com a trama. Ruby repete o mesmo comportamento doentio de sua mãe (não é spoiler, pois isso permeia toda a trama). Os pais de Ruby não vivem juntos, pois o pai dela vive em um circo e ganha a vida como caubói cantor, totalmente descompromissado com sua esposa e filhos. A mãe de Ruby aceita essa situação de uma forma tão passiva/destrutiva, que abala muito Ruby e seu irmão. Já que nas poucas visitas do seu pai, sua mãe muda da água para o vinho, radiando felicidade enquanto o esposo está em casa e virando um dia triste, nublado e cinzento quando ele vai embora.

O Clube das Caçarola é um show à parte! Os velhinhos aprontam todas e deixam a leitura mais leve. É o local onde a mãe de Ruby sai um pouco da deprê por causa do marido.

Uma integrante do clube de leitura está muito doente e comprova-se que já vivenciou no passado um grande amor com um homem, que hoje em dia é um grande autor. É nesse mote que a trama se desenrola e tanto Ruby, como a mãe, refletem em suas atitudes destrutivas em seus relacionamentos amorosos.

Acredito que valha à pena a leitura. Mas não vá com a intenção de ler um romance e tals, procure ver as entrelinhas nas ações e atitudes dos personagens.

A quantidade de trechos que selecionei me surpreendeu, rsrs:

"Às vezes, parece que a sua mente fez um plano mirabolante e ainda não lhe contou o que é." pg. 21

"As mães passam tudo através do olhar." pg. 89

"Para um olho destreinado, necessidade e amor eram facilmente confundidos, como uma pintura original de um mestre e sua cópia." pg. 111

"Existem coisas pequenas, poucas palavras, um instante no tempo, uma decisão que se toma, que são atos irremediáveis, irreparáveis. Escolhas precipitadas que, no fim, são tão poderosas quanto placas tectônicas no fundo da terra. Um único instante: sim ou não?" pg. 138

"O vazio que sentira nos últimos dias havia desaparecido. E fora substituído por certa urgência. Um objetivo, eu acho. Nunca percebera como é poderoso ter um objetivo." pg. 149

"Uma pessoa não é, nunca, tão calada ou incontida quanto parece, ou tão boa ou má, ou tão vulnerável ou forte, ou tão doce ou irascível; somos uma grossa camada de páginas atrás de páginas cobertas por uma capa." pg. 229


P.S.: Resenha também publicada no blog Cantinho da Gladys.
 Fiquem com Deus e até a próxima!
                                                                                                                                                                Gladys Sena.

Postar um comentário