ÚLTIMAS RESENHAS

Latest in Tech

14 abril 2015

Osbert, O Vingador (Christopher William Hill)

Série: Histórias de Schwartzgarten #1
Editora: Bertrand Brasil
Autor: Christopher William Hill
Páginas: 266
Nota do Sempre Nerd: 4,5/5
Osbert, o Vingador - Schwartzgarten é um lugar estranho. À primeira vista, trata-se de uma cidade como outra qualquer, com casas, bancos e bibliotecas. Entretanto, por trás dessa aparência comum se esconde um passado sinistro, repleto de violência e batalhas sangrentas.
Para Osbert, que cresceu ali, a cidade não é tão esquisita assim. Ele está acostumado a passear todos os dias pelo cemitério e conhece várias histórias locais, mas nada disso parece influenciar negativamente o menino. Bem, pelo menos não até ele ser aceito no Instituto.
Considerada a melhor escola de Schwartzgarten, o Instituto é também um lugar cruel, comandado por professores sádicos, que gostam de torturar seus alunos. Caladas, as crianças aceitam as duras punições sofridas, e, com certeza, Osbert fará o mesmo... Certo?
Errado, muito errado! O menino é mais esperto do que todos imaginam e não pretende deixar os professores impunes. Pelo contrário: quer que eles paguem pela sua crueldade, da pior maneira possível. Eis que surge então Osbert, o Vingador, um justiceiro frio e determinado, disposto a destruir cada um de seus inimigos.
Nesta história de vingança e reparação, Christopher William Hill nos surpreende com um herói nada bonzinho e vilões que se transformam em vítimas. Um livro assustador e imprevisível, que certamente fisgará os leitores da primeira à última página.


Osbert é um menino gênio, com a ajuda da Babá, seus pais tentam educá-lo em casa e quando ele acaba superando as expectativas, ele é mandado para o Instituto. Porém ele é tão prodígio que acaba despertando ira dos professores. Acaba sofrendo violência e vê seus colegas sendo maltratados. É aí que ele decide dar um basta e usar sua inteligência para se vingar e fazer justiça.

O livro me surpreendeu muito e positivamente, primeiro porque nessa história tudo é diferente não existe herói/vilão, os personagens são muito peculiares e a história possui uma aura sombria e assustadora. Isso tudo somado à uma cidade de clima sinistro e um protagonista bem orquestrado, sem falar na Babá, uma personagem super importante, cheia de mistério e métodos distintos.

Fui conquistada de primeira pela história, que apesar de ser para um público de 12 anos, apresenta temas bem pesados como senso moral, vingança e possui  passagens de violência. 

Achei legal o protagonista não ser "o perfeitinho", em alguns momentos tem  atitudes questionáveis. Apesar de tudo eu gostei de Osbert, embora não concorde muito com seus métodos de justiça, não pude julgá-lo, principalmente por tudo o que aconteceu.

A verdade é que nunca li nada parecido, um livro completamente original e genial, com uma trama sombria e cheia de singularidade. Adorei!

Postar um comentário