ÚLTIMAS RESENHAS

Latest in Tech

24 setembro 2015

Prometo Falhar (Pedro Chagas Freitas) - Ed. Novo Conceito

Série: -
Editora: Novo Conceito 
Autor: Pedro Chagas Freitas
Páginas: 400
Nota do Sempre Nerd: 4,5/5 

Prometo Falhar é um livro que fala de amor. O amor dos amantes, o amor dos amigos, o amor da mãe pelo filho, do filho pela mãe, pelo pai, o amor que abala, que toca, que arrebata, que emociona, que descobre e encobre, que fere e cura, que prende e liberta. Em crônicas desconcertantes, Pedro convida o leitor a revisitar suas próprias impressões sobre os relacionamentos humanos. A linguagem fluida, livre, sem amarras, faz querer ler tudo de uma vez e depois ligar para o autor para terminar a conversa . Medo, frustração, inveja, ciúme e todos os sentimentos que nos ensinaram a sufocar são expostos sem pudores. Mergulhe de cabeça numa obra que mostra que é possível sair ileso de tudo, menos do amor. Você escolhe a ordem em que vai ler as crônicas do jovem escritor que tem 21 obras publicadas e é sucesso de vendas em Portugal.Prometo Falhar foi o livro mais vendido de Portugal em 2014 e chega ao Brasil com mais de 100 mil cópias vendidas na edição portuguesa. 

A primeira coisa que devo ressaltar aqui na resenha é a escrita do autor, que é incrível e carregada de sentimentos. É como se ele pudesse enxergar o leitor de forma de forma íntima e colocar em palavras tudo aquilo que estamos sentindo, ou que já sentimos alguma vez.

Fiquei tão inebriada pela sensibilidade do livro e da narrativa de Pedro, que acabei devorando o livro em poucos dias, o que me deixou um pouco culpada, afinal a saudade foi grande e eu queria ter ficado mais tempo com essa leitura.

De forma bela e poética o autor fala do cotidiano das pessoas e traz sentimentos verdadeiros, sentimentos reais dos seres humanos. O amor tratado aqui não é o tipo de amor idealizado que se vê na maioria dos romances, mas é colocado de forma real e precisa (afinal o príncipe encantado também tem chulé e a princesa acorda com mau hálito pela manhã, viu? rs). Pedro nos fala o que muitas vezes não conseguimos enxergar e nos mostra de forma singela que todos vão falhar, em algum momento e não há nada de errado nisso, pois não somos perfeitos, somos apenas humanos.

Um livro belíssimo que me rendeu muitas reflexões e me tocou em vários momentos de forma intensa. Eu poderia ficar horas falando de como o livro é fabuloso e o autor encantador, mas o fato é que você precisa ler o livro para perceber a intensidade dessas palavras. 

Por ser um livro de crônicas, já é possível perceber que a leitura é super rápida e fluida, até mesmo para quem não está acostumado a ler esse estilo de livro. No entanto, eu recomendo que vocês não façam como eu e devorem tudo de uma vez, mas leiam devagar, apreciem e sintam o real significado de cada crônica, de cada momento que você vai vivenciar nesse livro, mas acreditem é dificil, pois após ler a primeira crônica você não vai querer largar.

Leitura recomendadíssima, aliás, obrigatória para todos os tipos de leitores. 

Um comentário :

  1. cara Aline, este é um livro que está entre meus desejados, o título me encantou logo de cara, fiquei alucinado pra ler. tenho lido ultimamente muito carpinejar (sou fã do cara), com suas crônicas sobre as dores do amor e este me parece ser bem parecido.
    percebi que você ficou órfã após a leitura, um livro faz isso com a gente, principalmente quando gostamos demais. ponto para pedro chagas freitas. queria que você ficasse, sim, falando horas sobre este livro que tanto te encantou. quem sabe um dia ainda possamos prosear mais, né?
    ótima dica, mais que anotada!

    ResponderExcluir