Header Ads

Header Ads

O Rouxinol (Kristin Hannah) - Ed. Arqueiro

Série: -
Editora: Arqueiro
Autor: Kristin Hannah
Páginas: 432
Nota do Sempre Nerd: 5/5 - FAVORITADO!
Neste épico passado na França da Segunda Guerra, duas irmãs se afastam por discordarem sobre a ameaça de ocupação nazista. Com temperamentos e princípios divergentes, cada uma delas precisa encontrar o próprio caminho e enfrentar questões morais e escolhas de vida ou morte.” - Christina Baker Kline, autora de O trem dos órfãos França, 1939: No pequeno vilarejo de Carriveau, Vianne Mauriac se despede do marido, que ruma para o fronte. Ela não acredita que os nazistas invadirão o país, mas logo chegam hordas de soldados em marcha, caravanas de caminhões e tanques, aviões que escurecem os céus e despejam bombas sobre inocentes. Quando o país é tomado, um oficial das tropas de Hitler requisita a casa de Vianne, e ela e a filha são forçadas a conviver com o inimigo ou perder tudo. De repente, todos os seus movimentos passam a ser vigiados e Vianne é obrigada a fazer escolhas impossíveis, uma após a outra, e colaborar com os invasores para manter sua família viva. Isabelle, irmã de Vianne, é uma garota contestadora que leva a vida com o furor e a paixão típicos da juventude. Enquanto milhares de parisienses fogem dos terrores da guerra, ela se apaixona por um guerrilheiro e decide se juntar à Resistência, arriscando a vida para salvar os outros e libertar seu país.


Kristin Hannah é a autora que mais consegue me emocionar. Sério, choro em todos os seu livros. Agora imaginem juntar essa autora brilhante e uma história sobre a Segunda Guerra, um tema que também me fascina, é sucesso na certa.

Em o Rouxinol temos a história de duas mulheres que apesar de serem irmãs, tem personalidades e ideais bem diferentes. Enquanto uma segue as regras da sociedade e procura fazer tudo certo, a outra é aquela que desafia o sistema, que quer ajudar a mudar o mundo.

Quando os alemães invadem a França, a vida dessas irmãs voltam a se cruzar e elas precisaram passar por momentos difíceis e cada uma reage de uma forma diferente, mas com um mesmo desejo no coração: proteger aqueles que amam.

A história do livro vai muito além do que eu escrevi acima, fiz apenas um breve resumo para não estragar a leitura de vocês, afinal um livro desses merece ser completamente saboreado.

Cada vez que leio um novo livro da Kristin fico mais encantada com o talento dessa mulher  para elaborar dramas bem embasados e entrelaça-los com a realidade. Ela consegue trabalhar os sentimentos de seus leitores de forma profunda e encantadora.

Aqui temos um livro que vai abordar principalmente o amor familiar, a amizade e coragem. É sobre ter a audácia de fazer o que é certo, apesar das consequências.

A escrita da autora é sempre impecável, muito fluida e quase poética ao tratar de temas tão fortes. Ela tem o dom de humanizar seus personagens e conectá-los com o leitor de forma que a dor deles é a dor do leitor e a alegria deles é também a sua alegria. Impossível não se emocionar com cada passagem que o livro traz, com a coragem dessas duas mulheres que lutam para sobreviver a cada dia.

A ambientação também é perfeita, o leitor é praticamente transportado para a história e se em meia a invasão do alemães e as batalhas travadas. É possível sentir o pânico das famílias francesas a cada página.

Lindo e intenso, é assim que são os romances de Kristin e esse não foi diferente, e arrisco dizer que é um dos melhores que a autora já escreveu, pois a cada lançamento ela se superar e surpreende o leitor com sua capacidade de envolver e criar histórias tão belas e tão profundas.

O Rouxinol é um livro belo e marcante que tem como pano de fundo um dos momentos mais triste da humanidade e mostra a história de mulheres como Vianne e Isabelle, que mesmo longe dos fronts, enfrentaram a guerra e salvaram milhares de vidas.

23 comentários:

  1. Olha que bacana. Tbm gosto muito de livros ambientados na segunda guerra mundial e ainda não conhecia esse. Com certeza vou dar uma chance para a leitura.
    Um beijo
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  2. Eu acho essa capa lindíssima! Nunca li nada da Kristin, mas sua resenha me deixou bem curiosa. Gosto de livros intensos que mexem comigo, que me fazem chorar rsrs. Vou adiciona-lo no skoob para não esquecer. ;)
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  3. Ana Paula Lima Miranda2 de fevereiro de 2016 12:22

    Oláá!

    Eu ainda não li esse livro :O Na verdade eu não conheço a escrita da autora e morro de curiosidade pois tá todo mundo elogiando essa obra em especifico.
    Achei o enredo ótimo e muito bem escrito. Quem não gosta de se sentir no local onde a história é retratada né?
    Gostei de saber que a obra traz um tema tão pesado de uma maneira sutil.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Olha tenho visto muitos comentários positivos sobre esse livro, mas sinceramente eu não tinha tido muito interesse em ler não. Nem de comprar o livro. Mas é capaz que eu venha a ler em ebook para poder conhecer, porque estou ficando bastante curiosa. Adorei sua resenha e espero que ele venha a me surpreender também.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/02/resumo-do-mes-de-janeiro-2016.html

    ResponderExcluir
  5. Olá Aline,
    Já vi muitas pessoas falarem que O Rouxinol é um livro belo e marcante e isso me deixa muito curiosa para ler.
    Infelizmente, ainda não li nada da autora, mas tenho quase certeza que amarei quando ler.
    Adorei sua resenha.
    Beijos ♥
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Sou suspeita para falar de Hannah, pois amo todo os livros!
    Confesso que O Rouxinol também me deixou emocionada. Foi interessante ver irmãs tão diferente vivenciarem o mesmo momento. É um romance lindo e intenso mesmo.
    Esse é um livro que indicaria para todos também!

    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  7. Olá; creio que essa tenha sido a primeira resenha que li desse livro. Já havia visto a capa algumas vezes mas não sabia ao certo do que se tratava. Pelo que pude ler e conhecer dele, creio que seria sim um livro que gostaria de ler, gosto muito de tramas que falem sobre família, e também sobre a guerra.

    ResponderExcluir
  8. Eu não tive oportunidade de ler nada da autora ainda,mas quero muito, pois só tenho lido elogios das suas obras. Eu adoro tramas mais sensíveis e que falam sobre família. Adorei a trama dessa obra, e com certeza vou ler assim que tiver oportunidade!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Nunca li nada da autora e tenho curiosidade para conhecer sua escrita, pois muitas pessoas falam bem sobre. Confesso que não gosto de livros que se passem em meio as guerras, porque eles são sempre tristes e me fazem chorar :/. Mas, a premissa do livro é muito boa, e gostaria de lê-lo algum dia.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Eu escolhi esse livro como um dos melhores de 2015, ele é maravilhoso. A escrita é realmente impecável, a história é muito bonita e o final do livro é algo que toca lá no fundo da alma, eu nunca chorei tanto lendo um livro.

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Nunca li nada dessa autora, mas eu geralmente corro de livros onde o tema é a guerra rsrsrs.
    Achei bacana a autora colocar duas irmãs tão diferentes, e também o anseio em salvar e proteger as pessoas que elas amam.
    Espero conhecer a escrita dessa autora um dia, pois amei você ter falado que se emociona em todos os livros dela.

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem? É... realmente é muito bom esses livro que têm como ambiente a segunda guerra mundial, eles fazem as pessoas se aproximarem mais da história e assim perceberem o sofrimento que aquilo causou e dessa forma tentar evitar que algo parecido aconteça de novo. Amei o livro realmente muito bom, alguns livros com a temática parecida é a Lista de Schindler, é muito bom esse livro, ou o mais conhecido que é o menino do pijama listrado. Leia esses dois você não irá se arrepender, principalmente com o segundo, é isso... beijos e boa leitura

    Sthe - Blog

    http://leesoncre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oiee Aline ^^
    Acredita que eu ainda não li nada da autora? Mas resenhas positivas dos livros dela é o que não falta...haha' acho que não vi ninguém reclamar até agora *-*
    Adoro histórias que se passam durante a 2ªGM, principalmente os livros que conseguem prender o leitor e nos fazer sentir tudo o que os personagens estão sentindo, nos conectar, como você disse. Esse livro parece ser mesmo incrível e muito profundo, estou curiosa para conhecer a escrita da autora e saber o que vai acontecer com as irmãs, já estou me preparando para chorar...haha'
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi! Esse livro é incrível, né? Comecei a ler ele, mas tive que interromper a leitura por que meu irmão destruiu o meu livro, pestinha kkkkk Mas pretendo terminar o mais rápido possível! Parabéns pela resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  15. Aline lindona essa capa é linda, leio muitos elogios a escrita emocionante da autora, terei que ler com uma caixa de lenços do lado, gosto desse laço entre famílias, irmãs e da afinidade, o cenário do livro também me deixou bastante curiosa. Ótima resenha. beijos

    Joyce

    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  16. Nelmaliana Oliveira4 de fevereiro de 2016 20:30

    Acredita que não conhecia esse livro, nem a escritora. Segunda Guerra é algo que sempre mexe comigo, eu gosto muito da temática, mas sempre fico meio mal depois da leitura. É aquele tipo de livro que tenho que ler no momento certo, senão fico mal por dias. Quando você diz que é possível sentir o pânico, até arrepiei. Obrigada pela dica.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  17. Oi, Aline!
    Eu quero muito ler esse livro. Desde o lançamento dele eu só tenho visto comentários positivos e como adoro qualquer livro ambientado na época da 2° Guerra, já viu, né?! Adorei a tua resenha, se eu já não tivesse louca por esse livro, pode ter certeza que teria ficado. Faz tempo que não leio um livro que consiga me emocionar ao ponto de me arrancar lágrimas, só em saber que o livro tem esse potencial me faz querer começar a lê-lo agora mesmo.

    Beijos!

    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi, até hoje nunca li nada da Kristin Hanna, mas tenho muita curiosidade devido as excelentes resenhas que eu vejo sempre. Vou acrescentar essa obra na minha meta desse ano. Pois pelo que você deixou transparecer essa é uma leitura bem marcante do jeito que eu gosto, beijos ♥

    ResponderExcluir
  19. Livros com a temática da segunda gerra são sempre muito pesados e emocionantes, quando bem escritos. E este parece ser o caso dessa obra, pela forma como você se expressou.
    Acho inevitável ficarmos curiosas para saber tudo pelo qual essas irmãos irão passar e quais conquistas e quais derrotas acabarão sofrendo durante o processo. É mais um livro para a minha interminável listinha de "quero ler".

    ResponderExcluir
  20. Eu tenho muita curiosidade em conhecer os livros da Kristin, pois acho bem delicadas as suas capas sendo que nem conheço a premissa de seus livros. É bom saber que ela é uma autora que consegue te emocionar em todos os seus livros, não li muitos livros que se passem na guerra, mas os que li sempre são leituras positivas e é interessante ver que o foco são histórias de mais de uma mulher.

    Giovana Oliveira - http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Bastou falar que se passa durante a Segunda Guerra pra me conquistar! Adoro livros ambientados nesse período, sempre me emocionam. Ainda não tive a oportunidade de ler algo da Kristin Hannah, mas já ouvi falar muito bem da autora e tenho bastante curiosidade. Acho que vou começar por esse livro! Muito bom saber que é bem desenvolvido, cativante, com personagens difíceis de se esquecer. A história deve ser magnífica! Parabéns pela resenha! Beijos

    ResponderExcluir
  22. Olá, eu amo a escrita da Kristin desde o livro O jardim de inverno que também teve como pano de fundo a guerra e dramas familiares, e desde aí eu pensei comigo mesmo... "Essa autora ainda vai Me fazer chorar muito" tenho certeza que com Esse livro não será diferente, meu amigo Leu e me chamou as 2 da manhã me dizendo... "Você tem que ler esse livro" então... Só posso dizer que virou leitura obrigatória para esses ano.
    Beijocas e parabéns pela sua resenha.

    Giuliana

    ResponderExcluir
  23. Vinte e uma Primaveras9 de fevereiro de 2016 23:37

    Oii, não conhecia o livro nem a autora, mas ja super fiquei curiosa, amei sua forma de escrever e dar a sua opinião <3 Vou buscar conhecer mais essa obra!

    ResponderExcluir

Disqus for Sempre Nerd